quarta-feira, 15 de julho de 2009

Nina

Por Patricia Navarro

"Quando encontrei meu gatinho no lixo, nunca tinha pensado em adotar um gato... sempre me considerei mais uma pessoa de cachorro...
mas ele me conquistou de primeira, e foi salvo e muito amado imediatamente...

Pouco tempo depois, uma amiga me convenceu de que deveria adotar uma irmâzinha pra ele... fiquei morrendo de medo....

Como eu poderia amar 2 gatos da mesma forma? E se eles não se dessem bem??

Bom, vc apareceu com a Nina, e eu quase paralisei... ela era (e ainda é!) linda de morrer, mas muito miudinha...

Depois que vc foi embora (chorando!), eu fiquei congelada de medo... e seu meu gatão atacasse aquela criaturinha linda e tão frágil???

Eles se atracaram, é claro, mas em 2 dias já eram amigos...

Hoje , são muito mais que amigos, são companheiros, irmãos, e meio amantes!!!

O que eu queria dizer é que a sua luta é fundamental...

Por meio dela, eu recebi um grande presente, que é MUITO amada, e somos apaixonados pela Nina.

Espero que vc encontre tantos papais e mamães pros gatinhos quantos forem necessário... Assim, vc não está fazendo um bem somente por eles, mas principalmente por nós, que os adotamos no coração...

Obrigado por ter encontrado uma filha pra mim, e muita sorte!
"



Um comentário:

Josi Saldanha disse...

É a "melequinha" mais linda do mundo!
Parabéns, mamis da Nina!!!