quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Mais castradinhos

Castramos mais 2 gatinhos do shopping; um macho e uma mãezinha que foi responsável por pelo menos 7 ninhadas, segundo a Lúcia, que alimenta os gatinhos de lá.

A mãezinha, batizada de Melissa, foi um doce e ainda se recupera da castração; o senhor gatão que levamos deu trabalho. Juro que pensei em soltá-lo, mas a castração seria o melhor para ele. Ele ficou muito estressado em ficar preso e acabou se machucando um pouco nas tentativas frustradas de sair da caixa de transporte pelos buraquinhos laterais... Sr gatão recebeu carinhosamente o nome de Brutus. Até o veterinário, que já está acostumado com "gatinhos ariscos", confesssou que o Brutus foi além das suas expectativas no quesito agressividade. Engraçado é que, solto na colônia, Brutus é super tranquilo...


Melissa, com seu "olhar expressivo", a caminho do veterinário.



Brutus acordando da anestesia. Acabou machucando o focinho tentando sair da caixa de transporte


Na quinta-feira conversamos com a Marcia e a Erica, representantes da administração do shopping acerca do boato sobre "dar fim aos gatos" e ficamos mais tranquilas. Não há essa intenção, mas sim a preocupação com as obras futuras de expansão do shopping.
Até lá, vamos castrando a "gataiada" e tentando encontrar lares legais para aqueles gatinhos. Fomos recebidas gentilmente e deixamos clara nossa proposta em relação aos gatinhos desta colônia.

Agradecemos, especialmente a Marcia e Erica, pela atenção dispensada.

O comentário infeliz do segurança para a Lucia sobre a intenção do shopping não passou de uma provável antipatia por gatos. Que bom.


[UPDATE EM 22/01/09]

Melissa e Brutus voltaram ao shopping. Menos ninhadas nascendo por aí...


Melissa saindo da caixa de transporte, de volta à colônia


Nós espiávamos Melissa ou Melissa nos espiava?


Brutus saiu da caixa de transporte num pulo só e correu para o estacionamento. Como já imaginávamos que seria dessa forma, fomos devolvê-lo à colônia depois do horário de fechamento do shopping, quando o movimento é infinitamente menor.


Relaxando, depois de tantas aventuras...

Um comentário:

Josi Saldanha disse...

Graças a Deus, foi só um comentário infeliz. Entretanto, nesse caso, olho nesse segurança!!! Ele mesmo pode querer cumprir sua "profecia"...
Parabéns, meninas! Sou fã de vocês.